quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Déjà Vu





[ Noite.
  Era tarde.
  O Nós
  Fazia-se presente.
  Entre 
  Conversas...
  Olhares...
  ...
  As mãos 
  Unem-se.
  Indestrutível momento.
  Eles
  Sentados
  Paralelamente.
  As Palavras alçam vôo.
  O Silêncio reina.
  Ela almejava proteção.
  Ele almejava protegê-la.
  Ficaremos, então, mais próximos... balbuciou Ele.
  Mais próximos do que já estamos!?... indagou Ela.
  Sim... Assim... e nada mais Ele falou.
  E num inesperado
  Beijo 
  Docemente 
  Roubado.
  Transcenderam...
  Sem nada temer.
  
  
  Adormeci. ] 

Um comentário:

  1. quando se ama é fácil a proteção.
    =p
    e dormi depois é ótimo
    kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir